Professora Elaine

Sunday, January 14, 2007

Oficio de Mestre- Imagens e Auto- imagens

Resumo analítico do livro Ofício de Mestre de Miguel G. Arroyo
Editora vozes, 2000- Petrópolis- RJ
Página 9 à 238.

Miguel G. Arroyo, fala com e sobre os professores, ele traz o magistério para o centro do movimento de renovação educativa. Ele apresenta o professor como sujeito e que a melhor maneira de inovar, é dialogar com os mesmos.
É necessário repor os mestres em lugar de destaque, o lugar que lhe é de direito.
As escolas são mais destacadas nas políticas na teoria e até nos cursos de formação do que os seus profissionais.
Devemos deixar de ver os professores como recursos e recuperando sua condição de sujeito da ação educativa junto com os educandos.
O autor volta ao passado para contar a ele mesmo e ao magistério a nossa própria história, o cotidiano do professor.
O ofício de mestre faz parte de um imaginário onde se cruzam traços sociais afetivos, religiosos e culturais. Os textos retratam os sentimentos vividos durante a vida do professor.

Temática principal

*O professor como sujeito das práticas educativas

O autor conclui: Não saberia dizer se o que eu escrevi são reflexões, imagens de recordações de ofício de mente. Ou desejos... Mas quais são as viagens e imagens dignas de serem recordadas? Não estamos saturados de imagens de professor(ª)? Não estamos com vontade de esquecer tantas imagens de mestre que nos perseguem? Se tivermos o poder de apaga-la estaríamos livres para reconstruir novas auto-imagem?
Fazer o percurso à procura do ofício de mestre, artífíce, artista que há em nós, reaprender saberes e artes, recuperar a imagem bela que estamos construindo nas últimas décadas e a vontade e o sentimento que espiram estes textos. Pretendem contar para mim e a nós mesmos nossa própria história.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home